Archive

10 dicas para cuidar do motor do automóvel

Para retirar o máximo rendimento de um carro é necessário zelar pelo bem-estar do motor automóvel.

Conheça as 10 formas básicas de cuidar do motor do automóvel e saiba que ao colocá-las em prática está a garantir o melhor desempenho do veículo na estrada e a aumentar a sua vida útil.

1. Verifique o óleo do motor.

Para verificar o óleo do motor tem de abrir o capô do seu automóvel e puxar a vareta do óleo que se encontra junto ao motor. Deve fazê-lo quando o automóvel está frio para ver qual é o nível real do óleo.

2. Mude o óleo com regularidade.

Ao mudar o óleo do seu carro com regularidade está a fazer com que o seu automóvel se mantenha cada vez mais “saudável” e que o seu motor tenha uma vida útil maior.

Cadastre sua empresa agora no #OfficinaAPP

3. Não sobrecarregue o cárter do motor.

Ao encher em demasia o cárter do óleo isso pode conduzir ao sobreaquecimento do motor e daí podem resultar acidentes de viação.

4. Limpe a tampa do óleo.

Quando o condutor efetua a mudança de óleo do seu automóvel, é aconselhável que limpe sempre a respetiva tampa, uma vez que algumas tampas são magnetizadas e levam consigo partículas de metal.

5. Não se esqueça de substituir os filtros.

Existem diversos filtros muito importantes na constituição de um automóvel, como o filtro do ar, do óleo, do combustível, entre outros. Todos eles têm como missão a proteção do motor e devem ser substituídos de acordo com as datas do manual do fabricante.

 Baixe o aplicativo! Disponível na APP Store e Google Play 

6. Verifique o estado da válvula de ventilação.

A válvula de ventilação é um dispositivo de controlo de emissões em veículos mais velhos e o condutor deve certificar-se que o seu automóvel tem uma. A sua utilização impede danos no motor do carro.

7. Assegure o bom funcionamento da transmissão do automóvel.

A transmissão do automóvel é uma das componentes mais importantes de um carro e, como tal, deve estar atento à sua manutenção. O condutor deve alterar o fluido da transmissão automática e deve alterar o seu filtro nos primeiros 8.000 quilômetros e depois a cada 50.000 quilômetros.

8.Considere a adição de óleos refrigeradores.

Os óleos refrigeradores têm um baixo custo e são de extrema importância para o bom funcionamento do radiador e para o aumento da vida útil do motor e da transmissão.

9. Tenha em atenção o estado das velas da ignição.

Com o advento da ignição eletrônica e os computadores de bordo, a parte elétrica do automóvel ficou sobrecarregada e, como tal, é necessário mudar regularmente as velas de um veículo. Em média, é necessário trocar as velas de um automóvel a cada 50.000 quilômetros.

Alinhamento e balanceamento: com qual frequência devo fazer?

10. Limpe o motor do automóvel.

Existem várias razões para lavar o motor e deve fazê-lo de ano em ano ou a cada dois anos. Um motor limpo vai trabalhar melhor e vai permitir que o condutor detete atempadamente uma fuga ou vazamento.

 

A dica foi útil para você? Seja social, compartilhe com seus amigos! 🙂

Alinhamento e balanceamento: com qual frequência devo fazer?

 

Ligados ao funcionamento das rodas e dos pneus, alinhamento e balanceamento são serviços de manutenção preventiva indispensáveis para a segurança e o bem-estar do motorista e dos demais ocupantes de um veículo. E embora a quilometragem rodada possa sim indicar a hora certa de levar o carro à oficina para a realização desses serviços, diversas situações do dia a dia podem acabar apressando a ida ao mecânico.

Passou recentemente por um buraco ou bateu a roda no meio-fio ao estacionar? Talvez seu carro esteja precisando visitar a oficina. Antes, porém, que tal conhecer o que são os serviços de alinhamento e balanceamento e entender com que frequência você deve fazer esse tipo de manutenção no seu automóvel? Acompanhe nosso post e aprenda!

 

NO QUE CONSISTE O ALINHAMENTO DAS RODAS?

Quem dirige um veículo normalmente nem imagina os componentes e sistemas que precisam funcionar para que as rodas se movimentem da maneira certa, sem causar prejuízos para a segurança dos passageiros, não é mesmo? O melhor é que, como você vai ver, nem é tão complicado assim. Na configuração de fábrica, o carro é desenvolvido para manter as rodas alinhadas, em paralelo, quando estão em uma pista reta. Contudo, com o próprio tempo de uso, passando em buracos, lombadas e ruas de calçamento, por exemplo, as rodas vão se desalinhando.

 

📲 Baixe o Officina APP e encontre tudo que o seu veículo precisa! Disponível na APP Store (iOS) e Google Play (Android)

 

Um dos sintomas desse problema é quando o motorista sente o volante puxar para um dos lados ao dirigir. Além do mais, outro indício de que há um desgaste não homogêneo dos pneus é quando uma das extremidades fica mais gasta que a outra. Quando essas situações ocorrem, é sim preciso levar o carro à oficina.

Resultado de imagem para alinhamento

Como o próprio nome já indica, o serviço de alinhamento serve para deixar as rodas em linha reta. Hoje em dia, o trabalho é feito com equipamentos precisos, como softwares de medição 3D, que mostram exatamente se há convergência (rodas apontando para dentro) ou divergência (rodas apontando para fora).

 

O objetivo de se fazer o alinhamento é que não haja desvio lateral das rodas em pista reta. Logo, o ângulo de inclinação deve marcar zero grau na situação ideal. Vale lembrar que o serviço precisa ser feito nas 4 rodas do carro. E não se esqueça também que, caso alguma das rodas esteja empenada (torta), precisa ser previamente consertada para que o alinhamento seja feito corretamente.

 

O QUE É O BALANCEAMENTO DO CONJUNTO RODA + PNEU?

O balanceamento diz respeito ao equilíbrio do conjunto roda + pneu. Na oficina, uma máquina mede a massa desse conjunto em movimento. O ideal é que o peso se distribua de maneira uniforme em toda a roda. Quando isso não ocorre, são colocados pequenos contrapesos de chumbo em determinada parte da roda, a fim de equilibrar todo o conjunto.

Um dos sintomas de que o carro está desbalanceado é quando surgem trepidações no volante, principalmente em velocidades acima de 50 quilômetros por hora. Como o atrito entre as rodas e o asfalto (ou qualquer outro tipo de piso) não é uniforme, o desgaste dos pneus é irregular e há risco de perda da estabilidade. Ao colocar pneus novos, também é interessante fazer o balanceamento para que o conjunto se equilibre e, assim, a vida útil dos compostos de borracha seja estendida.

 

COM QUE FREQUÊNCIA FAZER ALINHAMENTO E BALANCEAMENTO?

No manual do proprietário do seu veículo devem constar as recomendações do fabricante quanto ao prazo ou à quilometragem para providenciar os serviços de alinhamento e balanceamento. Ainda assim, tenha em mente que esses reparos podem ser antecipados devido ao uso do veículo.

Geralmente, a quilometragem indicada varia entre 5 e 10 mil quilômetros. Contudo, uma avaria causada por uma batida mais forte em um buraco pode antecipar a ida ao mecânico. Além disso, se o motorista observar os sintomas que já citamos anteriormente ou se notar desgaste irregular na banda de rodagem (parte do pneu que toca o solo), é recomendável levar o veículo a uma oficina para uma inspeção e, se necessário, o devido conserto.

 

HÁ OUTROS CUIDADOS A TOMAR COM AS RODAS E OS PNEUS?

Por estar em permanente contato com o solo, o conjunto roda + pneu inevitavelmente sofre diversos impactos. Por isso, além dos serviços de alinhamento e balanceamento, há sim outros cuidados que devem ser tomados, como a realização da cambagem e a calibração correta dos pneus.

Resultado de imagem para balanceamento

CAMBAGEM

Se o alinhamento trata da inclinação lateral do conjunto, a cambagem diz respeito à oscilação vertical. Nesse caso, quando há um desvio, a banda de rodagem não fica plana no chão, mas inclinada. Logo, uma das bordas do pneu se desgasta mais que a outra. Caso as partes superiores das rodas estejam mais próximas, o ângulo da inclinação é negativo. Já se as partes inferiores é que estão mais perto, o ângulo é positivo.

 

Cadastre sua empresa no Officina APP agora e aumente sua clientela

 

Para entender melhor, imagine que você está na frente do carro, olhando para o capô e os faróis. Se os ângulos estiverem corretos, os pneus devem formar um ângulo de 90 graus com o piso, ficando totalmente na vertical. Entretanto, se há desvio, o conjunto de roda + pneu ficará inclinado, seja para dentro ou para fora. Em alguns casos, o desvio só será notado fazendo o teste em uma máquina especializada para cambagem. Já em outros, como nos carros antigos, pode ser perceptível a olho nu.

 

CALIBRAGEM

Outro cuidado que o motorista deve ter para aumentar a vida útil dos pneus é a calibragem, que deve ser feita ao menos a cada 15 dias. Lembre-se de colocar a pressão recomendada pelo fabricante, que pode mudar conforme o peso transportado. Essa informação geralmente está no manual do proprietário ou em alguma parte do veículo, como nas colunas das portas ou na tampa do tanque de combustível. Lembrando que a calibragem deve ser feita quando os pneus ainda estiverem frios.

 

RODÍZIO

Além da cambagem e da calibragem, mais um serviço de manutenção preventiva do conjunto roda + pneu é o rodízio, buscando um desgaste uniforme dos compostos de borracha. No rodízio, geralmente troca-se os pneus da frente pelos de trás e vice-versa. Também é possível fazer a troca em formato de X. Só siga as instruções do fabricante antes de fazer o procedimento.

Como você pôde perceber, são vários os cuidados que não só podem como devem ser realizados em relação às rodas e aos pneus, além dos serviços de alinhamento e balanceamento. Todos esses serviços contribuem para a segurança do motorista e dos ocupantes. Então nada de negligência nesse sentido, combinado?

Com o Officina App você encontra locais de referência, preço justo, segurança e mais próximo de você para te ajudar a resolver estes problemas. Se ainda não baixou, baixe agora! O aplicativo está disponível para Android e iOS.

📲 Baixe o Officina APP e encontre tudo que o seu veículo precisa!

Disponível na APP Store (iOS) e Google Play (Android)

 

Close

Fale conosco

Tá com alguma dúvida, tem uma sugestão ou simplesmente quer nos mandar uma mensagem? Mande nos um email que logo entraremos em contato.

  • Subscribe error, please review your email address.

    Close

    You are now subscribed, thank you!

    Close

    There was a problem with your submission. Please check the field(s) with red label below.

    Close

    Your message has been sent. We will get back to you soon!

    Close
    Close